Pedro Castro lamenta empate do Botafogo e projeta volta: ‘Obrigação é vencer’

O atacante Pedro Castro lamentou o empate sem gols do Botafogo diante do Nova Iguaçu, neste domingo, em pleno estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela semifinal da Taça Rio, torneio de consolação do Campeonato Carioca. Mas não perdeu tempo e já começou a projetar o jogo de volta.

“Creio que a gente comandou o jogo inteiro, infelizmente não conseguimos concluir com gols, mas a disputa está aberta, são dois jogos. Nossa obrigação é vencer. Vamos com tudo para o segundo jogo para sair com a vitória e a classificação”, prometeu.

Como tem campanha melhor, o Nova Iguaçu poderá decidir em casa no próximo domingo, às 18 horas, e ainda jogará por novo empate. Ao Botafogo restará uma vitória simples. O vencedor pegará Vasco ou Madureira, que no sábado jogaram com vitória do clube do subúrbio do Rio de Janeiro por 1 a 0.

“A gente já sabia da vantagem do Nova Iguaçu desde antes do jogo começar. Acredito que fizemos um bom primeiro tempo, criamos bastante chances de gol, mas infelizmente não entrou. No segundo tempo, deu uma caidinha, depois voltamos a criar chances. São dois jogos, e a gente vai estar pronto para o segundo jogo”, analisou Pedro Castro.