Pós-jogo: Operário empata com Brasil-RS pelo Brasileirão Série B

O Operário Ferroviário empatou sem gols com o Brasil de Pelotas, na tarde desta segunda-feira (30), no Estádio Bento Freitas, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, o alvinegro chega a 33 pontos e está em 11º na tabela da competição.

O jogo

As equipes fizeram uma partida equilibrada. Nos primeiros 10 minutos da etapa inicial, as melhores chances do Fantasma foram com Leandro Vilela, que tentou de fora da área. Aos 14 minutos, Jean Carlo cobrou escanteio pela direita e Rafael Bonfim, na pequena área, subiu para cabecear por cima do gol. Nove minutos depois, Jean fez jogada e deu passe para Diego Cardoso, na área, desviar e a bola passar perto do gol. Aos 32, o atacante recebeu pela esquerda, dominou e cruzou, mas ninguém alcançou. O adversário também criou chances, mas Thiago Braga saiu bem para fazer as defesas.

No segundo tempo, aos três minutos, Rafael Chorão recebeu pelo meio e deu passe para Ricardo Bueno, que inverteu para Fabiano, o lateral esquerdo cruzou na área e o atacante cabeceou perto da segunda trave. Aos 25 minutos, após cruzamento pela esquerda, Bueno tentou em novo cabeceio, que passou perto do gol. Aos 36, Lucas Batatinha cruzou pela esquerda e Mazinho cabeceou, mas a bola foi para fora.

O Operário iniciou o jogo com Thiago Braga, Sávio, Rafael Bonfim, Ricardo Silva, Fabiano, Mazinho, Leandro Vilela, Rafael Chorão, Jean Carlo, Diego Cardoso e Ricardo Bueno. No segundo tempo, entraram Jimenez, Lucas Batatinha, Reniê, Schumacher e Pedro Ken para saída de Leandro Vilela, Rafael Chorão, Diego Cardoso, Jean Carlo e Ricardo Bueno.

Avaliação do treinador

Em entrevista coletiva por videoconferência, o técnico Matheus Costa falou sobre o ponto conquistado fora de casa. “Temos o desgaste dessa sequência de jogos, mas isso é igual para todo mundo, o Brasil também tem desgaste. Com essa sequência, é natural perder atletas por suspensão ou lesão. Não podemos lamentar muito. Em alguns momentos, principalmente no primeiro tempo, o Brasil foi mais perigoso, mas nós demos um equilíbrio dentro das condições. Jogar aqui é muito difícil, de muita luta e muita entrega. Iniciamos com os dois volantes para dar um pouco mais de liberdade para os jogadores de frente. No segundo tempo, mesmo com trocas, não tínhamos muitas opções para ter uma mudança de jogo, criar alguma situação mais ofensiva. Eu sempre falo que quando você joga fora de casa e não consegue vencer, não pode perder. Dentro das condições, temos que valorizar esse ponto e também temos que vencer esse jogo em casa para ir subindo na tabela e dar voos maiores.”

Próxima partida

O alvinegro volta a jogar pela Série B na quinta-feira (2) contra o Avaí, às 21h30, no Estádio Germano Krüger.

FICHA TÉCNICA

Brasil-RS 0x0 Operário
Campeonato Brasileiro Série B – 25ª rodada
Estádio Bento Freitas – 30/11/20 – 17h

Brasil-RS: Rafael Martins, Rodrigo Ferreira, Leandro Camilo, Heverton, Alex Ruan, Sousa, Bruno Matias (Pablo), Matheus Oliveira (Simião), Jarro (Bruno Santos), Bruno José e Dellatorre (Wesley). Téc: Cláudio Tencati
Banco: Matheus Nogueira, Felipe Albuquerque, Diego Ivo, Nuno, Luiz Felipe Mattos, João Ananias, Cazonatti e Marcelo.

Operário: Thiago Braga, Sávio, Rafael Bonfim, Ricardo Silva, Fabiano, Mazinho, Leandro Vilela (Jimenez), Rafael Chorão (Lucas Batatinha), Jean Carlo (Schumacher), Diego Cardoso (Reniê) e Ricardo Bueno (Pedro Ken). Téc: Matheus Costa.
Banco: Martín Rodríguez e Fabio.

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Árbitro Assistente 1: Eduardo Goncalves da Cruz
Árbitro Assistente 2: Luiz Fernando Viegas Colete
Quarto Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro

Da Assessoria