Quatro jogadores deixam Guarani e clube já soma 17 atletas sem contrato para 2021

A Série B do Campeonato Brasileiro foi encerrada na última sexta-feira e, desde então, o Guarani já acumula 17 jogadores sem contrato para a temporada de 2021. Os últimos quatro foram os goleiros Rafael Pin e Deivid, o meia Giovanny e o atacante Waguininho.

Três desses quatro atletas já têm destino para a sequência do ano. Rafael Pin e Deivid, por exemplo, serão adversários do Guarani no Campeonato Paulista, já que se transferiram para a Inter de Limeira. Já Waguininho defenderá o Coritiba. O quarteto se junta a outros 13 jogadores que ficaram sem contrato após o término da Série B.

São eles: Jefferson Paulino (goleiro), Didi (zagueiro), Wálber (zagueiro), Erick Daltro (lateral-esquerdo), Lucas Abreu (volante), Marcelo (volante), Rickson (volante), Lucas Crispim (meia), Arthur Rezende (meia), Murilo Rangel (meia), Pablo (atacante), Rafael Costa (atacante) e Júnior Todinho (atacante).

Isso não quer dizer que eles não voltarão a vestir a camisa do Guarani. Afinal, o time paulista espera a contratação de um novo técnico para iniciar o planejamento de 2021. Com a saída de Felipe Conceição, que aceitou a proposta do Cruzeiro, a direção está no mercado e cogita trazer Marcelo Chamusca, demitido do Fortaleza. Ele esteve no acesso bugrino na Série C de 2016. Antes dessa definição, porém, o clube não deve ir atrás de reforços.

A estreia no Paulistão será no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), contra o Ituano, no final deste mês.