Red Bull Bragantino sai atrás, vira o placar e cede empate no final ao Bahia

O Red Bull Bragantino foi buscar uma desvantagem de 2 a 0, virou o marcador, mas vacilou nos momentos finais e ficou no empate contra o Bahia, por 3 a 3, em grande jogo, na noite deste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Gilberto, completando 32 anos, foi o destaque da partida com dois gols e uma assistência. Artur, Cuello e Luan Cândido anotaram para o time do interior de São Paulo.

Com o resultado, Red Bull Bragantino e Bahia perderam 100% de aproveitamento na competição, mas mantiveram a invencibilidade, chegando aos quatro pontos, atrás do Atlético-GO, que chegou aos seis pontos ao derrotar o São Paulo, por 2 a 0, também neste sábado.

Os dois times fazem duelos pela Copa do Brasil na próxima quarta-feira. Às 19 horas, o Bahia recebe o Vila Nova, no Pituaçu, em Salvador, com a vantagem de ter vencido em Goiânia por 1 a 0. O Red Bull Bragantino encara o Fluminense, às 21h30, no Nabi Abi Chedid, para descontar uma derrota por 2 a 0. Coincidentemente, o time paulista volta a enfrentar o adversário carioca no domingo, às 16 horas, no mesmo local pelo Brasileirão. Também no domingo, o time baiano joga contra o Internacional, em casa.

Foi um primeiro tempo intenso. Do começo ao fim. Logo no primeiro minuto, Artur abriu o placar em finalização da entrada da área. O árbitro gaúcho Vinícius Gomes do Amaral, no entanto, foi chamado para conferir o lance no VAR e invalidou o gol por uma falta no início da jogada. Mesmo sem marcar, o time paulista manteve a intensidade e criou boas oportunidades de gols, sempre com Artur pelo lado direito.

O Bahia tinha muitas dificuldades para sair da pressão, mas também tinha Gilberto. O centroavante tirou o time visitante das dificuldades abrindo o placar aos 15 minutos. Depois de cobrança de falta, o camisa 9 desviou de cabeça e marcou. Ainda era pouco para ele. Aos 18, Gilberto recebeu lançamento, cortou o marcador e finalizou colocado, com categoria, para ampliar. Um chute de fora da área e cruzado.

Não demorou muito para o Red Bull Bragantino se recolocar no jogo. Aos 21 minutos, Artur avançou pela direita, recebeu lançamento de Ytalo e contou com ajuda de Claus para descontar. Os donos da casa chegaram a empatar no primeiro, mas novamente a arbitragem invalidou, desta vez por impedimento. No último lance da primeira etapa, os paulistas perderam mais uma boa chance em bola ajeitada para o meio da área, que Ytalo tentou finalizar de calcanhar.

O Red Bull Bragantino voltou dos vestiários com tudo e empatou aos quatro minutos. Depois de cobrança de escanteio fechada, Lucas Cândido se antecipou à marcação e desviou de cabeça para o gol. O Bahia acabou encurralado depois de tomar o empate. Sem ter forças para reagir, nem chegar ao campo de ataque, o time visitante fez o possível para manter o adversário longe e impedir finalizações perigosas.

Em uma das poucas vezes que cedeu espaço, o Red Bull Bragantino aproveitou para virar o marcador. Aos 22 minutos, Cuello recebeu pela esquerda, ficou livre ao cortar a marcação e finalizou colocado para marcar um belo gol.

O Bahia aparentava se dar por vencido, mas nos minutos finais foi buscar o empate. Aos 40 minutos, Gilberto prendeu a bola no ataque e esperou a chegada de Jonas. O volante veio de trás, finalizou forte e acertou o cantinho de Júlio César.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 3 x 3 BAHIA

RED BULL BRAGANTINO – Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Jadsom Silva (Ramires), Lucas Evangelista e Cuello; Artur, Ytalo e Pedrinho (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

BAHIA – Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Lucas Araújo), Matheus Galdezani (Jonas), Rodriguinho (Alesson) e Thaciano (Oscar Ruíz); Rossi (Maycon Douglas) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

GOLS – Gilberto, aos 15 e aos 18, e Artur, aos 21 minutos do primeiro tempo; Luan Cândido, aos 4, Cuello, aos 22, e Jonas, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Jadsom Silva (Red Bull Bragantino); Matheus Galdezani, Jonas, Lucas Araújo (Bahia).

ÁRBITRO – Vinícius Gomes do Amaral (RS).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).