Ribéry detona ‘falta de respeito’ da Fiorentina por silêncio após fim do contrato

Franck Ribéry está extremamente chateado com a postura dos dirigentes da Fiorentina e não poupou críticas ao clube italiano. O contrato do atacante francês com o clube se encerrou ao fim da temporada e ele disse que a falta de um contato dos diretores foi uma “falta de respeito”.

O ex-atacante da seleção francesa e do Bayern de Munique, de 38 anos, acreditava em uma possível renovação de contrato ou, ao menos, receber um agradecimento pelos serviços prestados nos últimos dois anos, em Florença. Não ocorreu nada do que imaginava.

Em entrevista à Toscana TV, o francês mostrou todo seu descontentamento com o desprezo da Fiorentina e soltou o verbo. “Foi difícil. Ao longo dos dois anos, doei o melhor de mim porque essa é a minha mentalidade. Complicado pois não soube de nada durante três ou quatro semanas”, disparou Ribéry.

“Ninguém me contatou e isso significa que há falta de respeito, mas nunca quis falar mal de ninguém, especialmente do clube. Não estou feliz por não ter continuado com eles, mas isto é vida, isto é o futebol”, acrescentou.

Apesar da idade, Ribéry ainda quer jogar ao menos mais uma temporada. E deve permanecer no futebol italiano, no qual despertou o interesse de algumas outras equipes justamente pelo bom trabalho na Fiorentina, com 30 jogos, dois gols e sete assistências.