Rogério Ceni busca acabar com tabu de nunca vencer o São Paulo como técnico

O técnico Rogério Ceni, do Flamengo, terá de conseguir um feito inédito na carreira para fazer o time carioca ser campeão brasileiro nesta quinta-feira sem depender de outro resultado. O treinador de 48 anos jamais venceu o São Paulo na carreira e precisará acabar com essa escrita no jogo do estádio do Morumbi, na capital paulista. Caso consiga ganhar, levará a equipe rubro-negra ao título. Se tropeçar, tem de torcer para o Internacional não derrotar o Corinthians, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

O ex-goleiro do São Paulo disputou mais de 1,2 mil jogos pelo clube e iniciou a carreira de técnico no comando do time em 2017. A passagem terminou no meio do mesmo ano. Apesar da identificação imensa com a equipe, Ceni conquistou os primeiros títulos oficiais como treinador pelo Fortaleza, passou pelo Cruzeiro, retorno ao time nordestino e desde novembro comanda o Flamengo.

Em toda essa trajetória, o técnico enfrentou o São Paulo sete vezes, com cinco derrotas e dois empates. Agora, para conquistar pela primeira vez como treinador o Brasileirão, Ceni terá de superar um dos seus rivais mais complicados. E, curiosamente, esse adversário tão difícil que é o mesmo clube pelo qual jogou por 25 anos.

Confira os confrontos entre São Paulo e Rogério Ceni:

12/05/2019: Fortaleza 0 x 1 São Paulo (Brasileirão)

O primeiro encontro entre o ex-goleiro e o clube do Morumbi foi na Arena Castelão, em Fortaleza. Com grande festa da torcida e até um mosaico especial, o jogo foi bastante disputado e definido no segundo tempo. O meia Hernanes definiu um contra-ataque para marcar o gol da vitória.

05/10/2019: São Paulo 2 x 1 Fortaleza (Brasileirão)

Depois de uma passagem rápida pelo Cruzeiro, Ceni voltou ao Fortaleza e teve o primeiro encontro com a torcida do São Paulo no papel de adversário. Em partida no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o time paulista ganhou por 2 a 1. O jogo foi marcado por muitos cumprimentos dos atletas ao técnico e várias homenagens da torcida, que cantou o nome dele na entrada em campo.

13/08/2020: São Paulo 1 x 0 Fortaleza (Brasileirão)

Logo na segunda rodada do Brasileirão houve um novo encontro entre o clube e o técnico. Na primeira vez no estádio do Morumbi como adversário, Rogério Ceni recebeu como homenagem um vídeo exibido no telão, mas novamente não conseguiu um resultado positivo. O time da casa ganhou por 1 a 0, com gol de Daniel Alves.

14/10/2020: Fortaleza 3 x 3 São Paulo (Copa do Brasil)

O primeiro encontro por mata-mata entre Ceni e São Paulo teve um jogo emocionante na Arena Castelão. 0 placar de 3 a 3 pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil veio em uma partida movimentada. A equipe paulista chegou a estar com dois a mais em campo após as expulsões de Felipe Alves e Carlinhos, do Fortaleza. Brenner garantiu o empate já aos 49 minutos do segundo tempo.

25/10/2020: São Paulo 2 (10) x 2 (9) Fortaleza (Copa do Brasil)

A partida de volta foi igualmente emocionante. Se na ida foi o São Paulo quem marcou nos acréscimos, agora foi a vez do Fortaleza devolver na mesma moeda. O time nordestino levou o confronto para os pênaltis. Nas cobranças, o goleiro Tiago Volpi fez uma defesa e garantiu a vitória são-paulina.

11/11/2020: Flamengo 1 x 2 São Paulo (Copa do Brasil)

A estreia de Ceni como treinador do Flamengo veio diante de um adversário que ele conhece bem. Pelas quartas de final da Copa do Brasil, o time carioca recebeu o São Paulo no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Como uma espécie de sina, houve novamente gol nos acréscimos. O goleiro Hugo Souza, do Flamengo, perdeu a bola para Brenner e o são-paulino garantiu a vitória por 2 a 1.

18/11/2020: São Paulo 3 x 0 Flamengo (Copa do Brasil)

Uma semana depois do jogo no Maracanã, novamente Ceni foi ao Morumbi decidir um mata-mata. E assim como foi no comando do Fortaleza, saiu eliminado. O Flamengo não teve boa atuação contra o São Paulo e se despediu nas quartas de final da competição com uma derrota por 3 a 0. Luciano marcou duas vezes e Pablo anotou o terceiro.