Sainz vence duelo contra Peterhansel no 1º dia do Rally Dakar e lidera nos carros

O fã de automobilismo que acompanhar o Rally Dakar, em sua segunda edição da história na Arábia Saudita, terá emoção do início ao fim. Neste domingo, na primeira etapa da tradicional competição, a categoria carros teve um duelo de veteranos entre o espanhol Carlos Sainz e o francês Stéphane Peterhansel. Melhor para o primeiro, que venceu o trecho de especial de 227 km – 622 km no total – entre as cidades de Jeddah e Bisha.

Sainz teve que se superar neste domingo para terminar o dia na liderança. O espanhol começou a etapa mais atrás por causa de um pneu furado no prólogo do dia anterior. Mas bastaram apenas 92 km para ele aparecer em primeiro. Chegou a ser ultrapassado por Peterhansel, mas na reta final teve uma grande performance e abriu 25 segundos de vantagem na classificação geral.

Atrás de Sainz e Peterhansel, o checo Martin Prokop é o terceiro colocado, mas 3min18s atrás do líder. O francês Mathieu Serradori e o saudita Yasir Seaidan completam o Top 5, mas já com 6min33s e 8min10s de déficit, respectivamente. O príncipe catariano Nasser Al-Attiyah teve contratempos e, após liderar o prólogo, caiu para o 10.º lugar, 12min34s atrás da ponta.

Representante do Brasil nos carros, Guiga Spinelli fechou o dia em 27.° lugar na classificação geral do Rally Dakar, 36min33s de desvantagem para Sainz.

MOTOS – Depois de ter um desempenho fraco no prólogo – ficou na nona colocação -, o australiano Toby Price terminou a primeira etapa do rali na liderança. O piloto da KTM conseguiu chegar em Bisha com 31 segundos de vantagem para o argentino Kevin Benavides. O austríaco Matthias Walkner aparece logo atrás, apenas um segundo atrás, em terceiro lugar.

O resto do Top 10 está mais distante. O britânico Sam Sunderland fechou o dia em quarto, 2min03s atrás de Price, enquanto que o espanhol Lorenzo Santolino é o quinto, com 4min23s de atraso. O americano Ricky Brabec, vencedor do prólogo, não teve um bom desempenho. Se perdeu no começo ainda nos primeiros quilômetros e cruzou a linha de chegada com déficit de 18min32s, em 24.° lugar.

O Brasil também disputa o rali nos UTVs. A dupla formada por Reinaldo Varela e Maykel Justo terminou a primeira etapa na segunda colocação, atrás da espanhola Cristina Gutiérrez Herrero e do francês François Cazalet. Gustavo Gugelmin, que é o navegador do piloto americano Austin Jones, está na terceira posição. Gugelmin e Varela foram campeões do Rally Dakar em 2018, quando formavam uma parceria.

Nesta segunda-feira, o Rally Dakar parte para a cidade de Wadi ad-Dawasir, indo cada vez mais ao sul da Arábia Saudita. O percurso total contará com 685 km, sendo 457 deles cronometrados.