Santos mira Brasileirão e recebe Inter para esquecer queda na Sul-Americana

A Copa Sul-Americana já faz parte do passado. O técnico Fernando Diniz espera um Santos com mais atitude no jogo deste domingo, às 18h15, frente ao Internacional para fazer o time se aproximar do pelotão de cima no Campeonato Brasileiro. Assim, atuando na Vila Belmiro, o treinador espera uma equipe mais ofensiva e objetiva para cumprir o objetivo de vitória.

Com 21 pontos, a equipe santista faz uma campanha idêntica à do rival gaúcho, tendo o mesmo número de vitórias e também o de aproveitamento: 43,8%.

A preocupação do treinador para fazer o time subir na tabela é aumentar a sua efetividade em campo. Em 16 rodadas, o Santos marcou apenas 17 gols. A escalação para enfrentar o Internacional ainda depende de uma consulta ao departamento médico. Mas a tendência é que ele mantenha Lucas Braga e Marcos Guilherme no setor ofensivo.

“Temos uma boa equipe com jogadores bastante aplicados. O Santos já mostrou a sua qualidade este ano e vamos continuar nesse ritmo”, afirmou o treinador.

Para superar o baque da eliminação na Copa Sul-Americana, Diniz trabalha para manter em alta o lado psicológico. Além do Brasileiro, onde ocupa uma posição intermediária na tabela, o Santos também segue na Copa do Brasil. O adversário no torneio eliminatório é o Athletico-PR e o primeiro jogo acontece na próxima quarta-feira, em Curitiba.

O atacante Marcos Guilherme deu o tom que deve cercar o pensamento do grupo para a sequência do Brasileiro. “Não há tempo para lamentar. Somos uma equipe bem treinada e temos essas duas competições. É levantar a cabeça e saber que precisamos sempre estar em evolução”, falou o atacante.

Já no Internacional, o técnico Diego Aguirre trabalha para manter o time em alta rotação. Além de buscar a sua terceira vitória seguida, a equipe mostrou um alto poder ofensivo nos últimos dois confrontos. Foram oito gols em duas partidas: goleada de 4 a 0 sobre o Flamengo e triunfo de 4 a 2 sobre o Fluminense.

Para o duelo na Vila Belmiro, ele vai armar um esquema com cinco jogadores no meio com destaque para Edenilson, Patrick e Taison na armação. Yuri Alberto vai atuar mais adiantado para servir de referência no ataque.