São Paulo aposta na força do novo ataque para superar América-MG em duelo direto

Em um confronto direto na briga contra o rebaixamento, o São Paulo aposta na força do ataque para derrotar o América-MG, nesta quarta-feira, às 20h30, no Morumbi, em jogo adiado pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O técnico Hernán Crespo, enfim, tem opções que deixam o torcedor um pouco menos preocupado.

Para começar o confronto contra os mineiros, o treinador vai apostar em Rigoni e Luciano. A dupla foi responsável pelos gols na vitória sobre o Atlético-GO, domingo, por 2 a 1. O resultado fez o São Paulo abrir três pontos de folga para o primeiro integrante da zona de risco, o Grêmio, em 17.º, e também para o América-MG, o 18.º. A equipe do Morumbi soma 25 pontos contra 22 dos rivais.

Além de Rigoni e Luciano, Crespo tem Jonathan Calleri à disposição no banco. O argentino fez sua reestreia no último jogo, quando atuou por 15 minutos. Até adquirir o condicionamento físico ideal será utilizado no segundo tempo, mas, caso consiga repetir o desempenho da primeira passagem, quando caiu nas graças do torcedor, logo será titular.

Não será incomum até os três atuarem juntos com Crespo. Luciano já demonstrou em outras oportunidades que pode atuar um pouco mais recuado, na função de armação, preparando jogadas para serem finalizadas por Rigoni e Calleri.

Crespo ainda tem o experiente Eder, jogador com características diferentes de Rigoni, Luciano e Calleri, e o jovem Marquinhos, que estava indo bem até sofrer um estiramento muscular na coxa esquerda. Ele fica à disposição do treinador pela primeira vez desde o começo de agosto, quando se machucou no clássico com o Palmeiras.

A lista de atacantes do elenco conta ainda com Pablo, Vitor Bueno, Rojas e Galeano. Do quarteto, apenas o último tem chance de ganhar espaço com Crespo. Por ser versátil, o paraguaio pode atuar como lateral. Foi assim no domingo, quando entrou no intervalo no lugar de Igor Vinicius, que sofreu uma pancada e ficou com o olho inchado, e teve boa atuação na vitória sobre o Atlético-GO.

Com mais opções para armar o time, Crespo demonstra otimismo em recuperar o São Paulo no Brasileirão. O treinador argentino tem como único objetivo conseguir uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. O título nacional é considerado fora de cogitação diante dos 20 pontos de diferença para o líder Atlético-MG.

Crespo se apega ao desempenho principalmente no primeiro tempo do triunfo sobre o Atlético-GO. A equipe lembrou aquele time competitivo do começo da temporada, quando conquistou o Campeonato Paulista. “O São Paulo voltou a jogar bem, ter prazer de jogar um bom futebol”, elogiou o treinador. “O prazer de passar e criar oportunidades, é uma situação que me dá tranquilidade.”

Em relação ao time titular, além de Galeano, que vai ocupar o lugar de Igor Vinicius, o treinador terá o retorno de Miranda após cumprir suspensão para atuar ao lado de Arboleda na formação com apenas dois zagueiros. Léo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e, por ora, o esquema com três defensores será deixado de lado.

Há três jogos sem perder, o América-MG não terá Lucas Kal, que é jogador do São Paulo. Zé Ricardo deve ganhar uma chance. No ataque, o treinador terá o retorno de Felipe Azevedo, que cumpriu suspensão contra o Corinthians. Com isso, Zárate e Ribamar brigam por uma vaga.

Para o técnico Vagner Mancini, o time precisa manter o espírito apresentado no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, no último domingo, em São Paulo. “Vi um América bem agressivo e corajoso diante do Corinthians. Isso me chamou atenção, gostei muito. Acho que ainda temos espaço para melhora, mas o mais importante são os pontos conquistados e precisamos seguir nesse caminho”, planeja o técnico.

Com 22 pontos, o América está em 18.º lugar, com 22 pontos e sairá da zona de rebaixamento com um empate. O Juventude é o primeiro fora da zona de rebaixamento, em 16.º, com 23 pontos, mas perderia no saldo de gols (-7 a -5).