Sem perder há 4 jogos, Santos pega América-MG em busca da 1ª vitória fora de casa

Ainda sem vencer fora de casa neste Brasileirão, o Santos terá neste sábado mais um desafio contra um rival de menor peso no campeonato. Às 19 horas, visitará o América-MG, no Independência, em Belo Horizonte, tentando fazer boa exibição apesar da provável retranca que terá pela frente, em duelo válido pela nona rodada.

O Santos vive situação curiosa na competição. Joga melhor diante de adversários mais fortes, que saem para o jogo, como São Paulo e Atlético-MG, rivais que venceu nas últimas semanas. Porém, a equipe santista sofre diante dos rivais menores, mais fechados na defesa. Foi assim no empate sem gols com o Sport, na rodada passada, e também contra o Juventude, ambos na Vila Belmiro. Nestes dois jogos, os comandados de Fernando Diniz mostraram pouca criatividade e recursos para furar os bloqueios das defesas adversárias.

Agora será a vez de enfrentar novamente um time menor, que voltou a disputar a Série A neste ano, longe de casa. E atuar fora da Vila tem sido uma dor de cabeça para o Santos neste Brasileirão. Em três partidas, empatou com o Grêmio e perdeu para Bahia e Fluminense. Ainda não venceu, portanto.

“Quem quer brigar lá em cima tem que ganhar fora de casa, ainda mais porque deixamos uma vitória escapar da gente contra o Sport na última quarta. Fomos bem melhores, mas futebol é resultado e não conseguimos converter a atuação em gols. Agora temos a oportunidade contra o América-MG de conquistar essa primeira vitória fora de casa”, afirma o goleiro João Paulo.

Ele será titular mais uma vez porque John ainda se recupera de lesão no joelho, assim como o volante Alison. O meio-campo deve ter Camacho, Jean Mota e Gabriel Pirani, embora existe a chance de Carlos Sánchez ser titular pela primeira vez desde que voltou de lesão. No ataque, é certa a volta de Marinho, desfalque na quarta por suspensão.

Em compensação, o técnico Fernando Diniz não terá Kaio Jorge, afastado para “um controle de carga”, segundo o clube, devido ao risco de lesões. O jovem Marcos Leonardo, acostumado a ser opção para o segundo tempo, deve começar jogando. Na defesa, Luan Peres ficará fora porque negocia sua transferência para o Olympique de Marselha. Assim, Kaiky ou Danilo Boza disputam uma vaga para formar dupla com Luiz Felipe.

Com 12 pontos, o Santos tem a chance de entrar na briga pelo G-4 e pelas primeiras posições se vencer a primeira fora. Já o América-MG, com seis, tenta se afastar da zona de rebaixamento. Dependendo de uma combinação de resultados, poderá terminar a rodada entre os últimos da tabela.

Para evitar esta situação, o técnico Vagner Mancini deve escalar o time que considera ideal. “Encontramos uma formação que foi bem contra o Internacional e também contra o Bahia. Não quer dizer que é a equipe do campeonato, porque você tem desgaste, lesão, suspensão. Todos precisam fazer parte do processo. Mas estamos descobrindo uma equipe que hoje é a titular. Mas isso não impede que outro jogador seja usado”, explicou o treinador.

Sem desfalques por suspensão, o treinador está na expectativa de contar com o volante Ramon e com o atacante Kawê, ambos vetados pelo departamento médico na rodada passada. Caso sejam liberados, ficarão como opções no banco de reservas.

A vitória contra o Bahia, a primeira no campeonato, deu uma motivação maior ao time, que deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão. Na ocasião, o grande destaque foi Juninho Valoura, com gol e assistências. Ele seguirá formando o meio-campo com Zé Ricardo e Marcelo Toscano.