Sem técnico, Athletico-PR tenta manter 9º lugar por premiação e Copa do Brasil

O Athletico-PR já não tem mais chances de chegar à Copa Libertadores, mas ainda assim tem muito a ganhar no Campeonato Brasileiro. O clube paranaense tentará se manter na nona colocação por conta de privilégios na Copa do Brasil e bônus maior. Nesta quinta-feira, às 21h30, receberá o Sport na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 38.ª e última rodada.

O técnico Paulo Autuori segue afastado por causa da covid-19. O auxiliar português Antonio Oliveira comandará o time, que terá os desfalques do zagueiro Thiago Heleno e do volante Richard, ambos expulsos na derrota para o Grêmio, por 1 a 0.

Zé Ivaldo e Felipe Aguilar brigam por uma vaga na defesa. No meio-campo, Alvarado assumirá a posição de Richard. O time ainda poderá ter outra mudança, desta vez, no ataque. Vitinho e Christian disputam um lugar ao lado de Nikão e Renato Kayser.

O Athletico ocupa a nona colocação com 50 pontos, a mesma pontuação de Corinthians, que tem uma vitória a menos (14 a 13), e Red Bull Bragantino, com dois triunfos a menos (14 a 12). Mais abaixo está o Ceará com 49 pontos.

A nona posição valerá ao clube paranaense R$ 16,4 milhões de premiação, além de uma vaga já na terceira fase da Copa do Brasil. Se cair para o 12º lugar, por exemplo, o Athletico ficará com só R$ 5 milhões e terá que entrar na primeira fase da Copa do Brasil. Além disso, o time paranaense tem garantida uma vaga na Copa Sul-Americana.