‘Sensação é de que perdemos dois pontos’, diz Abel após empate com Corinthians

O empate por 1 a 1, pelo contexto do que foi o dérbi entre Palmeiras e Corinthians, na noite deste sábado, ficou com um gosto mais amargo para o lado palmeirense, segundo avaliação do técnico Abel Ferreira.

“Não acho que o resultado seja justo, criamos oportunidades, mas não conseguimos. A sensação é de que perdemos dois pontos”, disse em tom de chateação o treinador após o clássico paulista. Tivemos pelos menos cinco oportunidades claras. Acho que poderíamos, devíamos e merecíamos ter feito o segundo gol, mas, infelizmente não conseguimos”, concluiu Abel, em coletiva.

O treinador explicou o fato de a equipe ter diminuído a pressão na marcação após a vantagem obtida no placar no início da partida. “Gosto da minha equipe equilibrada. Que faça gols e que puxe contra-ataque, em ataque posicional e em bola parada. Há várias formas de atacar. Ainda há a criatividade individual dos jogadores. Quando as coisas estão apertadas, a qualidade individual resolve. Entramos fortes, fizemos um gol cedo. Tivemos que fechar as nossas linhas porque o adversário nos empurrou para trás.”

Abel também lamentou as mortes dos funcionários do clube, Cristiano Oliveira, segurança, e Edson Silva, podólogo, vítimas em decorrência da covid-19. “No futebol, sempre achamos um jeito para encontrar solução, mas para a morte não há jeito. Sempre deram tudo para ajudar o clube. Um grande abraço de sentimento à família. Dia muito triste. Perdemos dois grandes homens, grandes palmeirenses.”

Com o empate, o Palmeiras está com quatro pontos, mesma pontuação do Corinthians, ambos com um empate, uma derrota e uma vitória no Brasileirão. Na próxima rodada, a equipe de Abel enfrenta o Juventude, fora de casa, na quarta-feira, enquanto o Corinthians encara o Bragantino, também na quarta, em Itaquera.