Tyson ensina história do boxe para Canelo: ‘Ninguém é como Julio Cesar Chavez’

Mike Tyson recebeu Saul Canelo Alvarez como principal destaque em seu podcast “Hotboxing”. Durante o encontro, no qual estava também o técnico Eddy Reynoso, o ex-campeão mundial dos pesos pesados demonstrou todo o seu conhecimento sobre os eternos ídolos mexicanos e fez um alerta: “Ninguém é como Julio Cesar Chavez”.

Tyson perguntou como Canelo havia começado no boxe. O mexicano disse que foi por causa do irmão e revelou que Reynoso havia mostrado vídeos de Gilberto Roman, Julio Cesar Chavez e Jose Mantequilla Napoles.

Neste momento, Tyson fala sobre Salvador Sanchez. “Como ele se movimentava”, disse o “Iron Man”, imitando Sanchez e mostrando o seu conhecimento sobre os lendários lutadores. “Ele sempre enfrentou grandes rivais e elevou o nível do boxe”, afirmou, se referindo ao pugilista morto em 1982, aos 23 anos, em um acidente de carro.

Canelo afirmou que Mantequilla seria um dos grandes mexicanos, mas Tyson também o advertiu ao dizer que o histórico lutador era cubano naturalizado mexicano.

Ricardo Finito Lopez também foi citado na conversa e Tyson, mais uma vez, relembrou das características do ex-campeão dos palhas, que terminou a carreira invicto.

Por fim, Tyson disse a Canelo que ele poderá ganhar outros títulos, mas ainda assim não vai atingir o nível de Julio Cesar Chavez. “Ninguém é como Julio Cesar Chavez. Eu não vou viver para ver alguém melhor do que ele e vocês (Canelo e Reynoso) também não vão viver”. E ainda revelou: “Chorei quando Oscar de La Hoya venceu Chavez. Ele era meu herói”.