Valencia goleia o Yeclano e avança para a próxima fase da Copa do Rei

O Valencia não tomou conhecimento do Yeclano, time modesto que joga a terceira divisão do Campeonato Espanhol, e goleou o adversário fora de casa por 4 a 1 pela segunda rodada da Copa do Rei. O sonoro triunfo garante o time de Javi Gracia na próxima fase do torneio nacional.

Desde o começo da partida, a equipe visitante soube impor sua superioridade. Afinal, com 10 minutos de bola rolando já havia balançado as redes duas vezes. O sul-coreano Kang-In Lee abriu o placar com assistências de Manuel Vallejo aos 7 minutos e, aos 9, Uros Racic ampliou.

Ainda na primeira etapa, o atacante espanhol Rubén Sobrino tratou de colocar 3 a 0 para o Valencia no placar. Na volta do intervalo, o Yeclano descontou com Alberto Oca. Mas a reação parou por aí. Aos 8 minutos, o português Thierry Correia, o único titular em relação ao último compromisso da equipe, colocou números finais no marcador.

OUTROS JOGOS – A rodada da Copa do Rei da Espanha foi recheada de jogos nesta quarta-feira, mas apenas um foi para os pênaltis. Em contrapartida, nesta quinta, dois dos sete duelos realizados foram decididos nas penalidades. Por pouco, não foram três.

Girona e Lugo empataram por 1 a 1 no tempo regulamentar. Porém, na prorrogação, o zagueiro Santiago Bueno tratou de marcar aos 15 minutos do segundo tempo extra e garantiu a vitória e a classificação para a equipe da casa.

O Eibar também evitou as penalidades. Depois de tomar três gols em nove minutos no segundo tempo, a equipe venceu o Las Rozas fora de casa por 4 a 3 graças a gol de Sergi Enrich na prorrogação.

Peña Deportiva e Sabadell promoveram um duelo decidido apenas nas cobranças de pênaltis. Após empatarem por 0 a 0, os times foram para a marca da cal para repetir a história do jogo. Afinal, as duas equipes perderam as duas cobranças. No fim das contas, o Sabadell desperdiçou todas e o time da casa se classificou ao converter as cobranças com Marc de Val e Cristian Cruz Medina.

Outra partida que terminou sem gols e foi para as penalidades foi Pontevedra e Cádiz. Porém, nas cobranças, diferente do que foi na partida anterior, apenas um pênalti foi desperdiçado. Victor Vázquez perdeu sua oportunidade, o que garantiu a passagem do Cádiz para a próxima fase.