Verstappen supera Bottas e Hamilton e conquista última pole do ano na Fórmula 1

No última sessão classificatória da temporada da Fórmula 1, Max Verstappen conseguiu o que nenhum outro piloto havia feito neste ano: derrotar a Mercedes na definição do grid. O holandês superou Valtteri Bottas e Lewis Hamilton neste sábado e conquistou a pole para o GP de Abu Dabi, a 17ª e última etapa de 2020. O finlandês fechou em segundo, a 0s025 do piloto da Red Bull, e o britânico em terceiro, a 0s086 da marca da pole.

O piloto da Red Bull, que também havia sido o mais rápido no último treino livre, fez uma ótima classificação e garantiu o lugar de honra no grid ao anotar 1min35s246. Foi sua primeira pole nesta temporada e a terceira na Fórmula 1. Ele volta a largar em primeiro após mais de um ano, já que não saía na frente desde o GP do Brasil, em 2019. Em Abu Dabi, Verstappen tentará vencer para deixar para trás a frustração no Bahrein, onde foi prejudicado por um acidente à sua frente e teve de abandonar.

“Estou muito feliz. Foi uma classificação desafiadora no início. Há muitas curvas nesse circuito. Podemos cometer erros, mas por sorte deu tudo certo e tudo encaixou na última volta”, avaliou Verstappen. “Foi uma temporada longa para todo mundo, com muitas corridas seguidas, e estamos muito feliz com nosso desempenho na última classificação. É incrível chegar aqui depois de chegar perto tantas vezes em 2020”, completou, em alusão ao fato de ter batido na trave várias vezes.

Bottas e Hamilton, que monopolizaram os treinos classificatórios ao longo do ano, terminaram na segunda e terceira colocações, respectivamente. O finlandês anotou 1min35s271, enquanto que o heptacampeão mundial, que voltou a correr neste fim de semana após ficar fora do GP do Bahrein para se recuperar da covid-19, marcou 1min35s332.

A McLaren teve boa performance. A equipe fecha a segunda fila com o britânico Lando Norris, logo atrás de Hamilton, e também colocou o espanhol Carlos Sainz Jr na sexta colocação. Ele fará sua última corrida pela escuderia antes de se transferir para a Ferrari em 2021. Entre eles ficou o tailandês Alexander Albon, companheiro de Verstappen na Red Bull.

Completaram o grupo dos dez primeiros o russo Danill Kvyat, da AlphaTauri, o canadense Lance Stroll, da Racing Point, o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, e o francês Pierre Gasly, também da AlphaTauri.

Leclerc, no entanto, vai largar do 12º lugar porque sofreu uma punição por ter provocado uma batida com Sergio Pérez no GP de Sakhir, domingo passado. Sebastian Vettel, que faz sua despedida da Ferrari, saíra apenas do 13º posto. Em 2021, o alemão tetracampeão mundial vai correr na Aston Martin, novo nome da Racing Point a partir do próximo ano.

O brasileiro Pietro Fittipaldi terminou o Q1 no 19º lugar. No entanto, o neto de Emerson Fittipaldi vai largar na 17ª posição, três à frente do que conseguiu no GP do Sakhir, porque foi beneficiado pelas punições ao dinamarquês Kevin Magnussen e ao mexicano Sergio Pérez, que saem na última fila em virtude da troca de componentes em seus carros.

“Foi uma boa classificação. Me senti muito bem com o carro. Infelizmente, na segunda saída, eles me pediram ara parar e aí perdi muito tempo. Havia muito tráfego e não deu para melhorar o tempo depois. O Lattifi rodou na minha frente na saída da última curva. Mas estou muito feliz com o desempenho. Avançamos, demos um passo para a frente”, disse Pietro em entrevista ao SporTV.

A largada para o GP de Abu Dabi, a 17ª e última etapa da temporada 2020 da Fórmula 1, está marcada para as 10h10 (horário de Brasília).

Confira o grid de largada do GP de Abu Dabi:

1º) Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min35s246

2°) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min35s271

3º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) – 1min35s332

4°) Lando Norris (GBR/McLaren) – 1min35s497

5º) Alexander Albon (TAI/Red Bull) – 1min35s571

6º) Carlos Sainz (ESP/McLaren) – 1min35s815

7º) Daniil Kvyat (RUS/Alphatauri) – 1min35s963

8º) Lance Stroll (CAN/Racing Point) – 1min35s046

9º) Pierre Gasly (FRA/Alphatauri) – 1min36s242

10º) Esteban Ocon (FRA/Renault) – Sem volta no Q3

——————————————————

11º) Daniel Ricciardo (AUS/Renault) – 1min36s406

12º) Charles Leclerc (MON/Ferrari)* – 1min36s065

13º) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) -1min36s631

14º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – 1min38s248

15º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – Sem volta no Q2

——————————————————

16º) George Russell (GBR/Williams) – 1min38s045

17º) Pietro Fittipaldi (BRA/Haas) – 1min38s173

18º) Nicholas Latifi (CAN/Williams) – 1min38s443

19º) Sergio Perez (MEX/Racing Point)** – 1min36s034

20º) Kevin Magnussen (DIN/Haas)*** – 1min37s863

*Punido com três posições no grid por provocar acidente no GP de Sakhir

**Punido com a penúltima posição no grid devido à troca de componentes

***Punido com a última posição no grid devido à troca de componentes