Conselho Empresarial faz visita virtual em Estação da Sanepar; modelo será replicado no Estado

A Sanepar recepcionou em Ponta Grossa, nesta quinta-feira (6), uma visita técnica virtual na Estação de Tratamento de Água da cidade, dirigida aos membros do Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial (CPCE). A visita integra a programação das atividades comemorativas da Semana da Indústria, promovida pelo CPCE Regional Campos Gerais. A Sanepar também faz parte do Conselho, em âmbito estadual e regional.

Durante a visita, que reuniu 60 participantes, foram apresentadas, em tempo real, informações sobre o sistema de abastecimento de água de Ponta Grossa, desde as suas estruturas de captação no Rio Pitangui e Alagados, passando pelas etapas do processo de tratamento, reservação, distribuição e a importância do uso consciente da água.

O diretor geral do CPCE, Rui Gerson Brandt, parabenizou a Sanepar pela iniciativa. “O Paraná tem sorte em ter uma empresa como a Sanepar cuidando da água”, disse. Atuando no ramo da celulose, o empresário reforçou a importância da água para o processo produtivo e para o consumo humano.

Glaucia Wesselovicz, uma das organizadoras do evento, reforçou que a água é recurso natural essencial para a vida e elemento representativo de valores sociais e culturais. “Preservá-la é dever de cada um de nós. Os recursos hídricos e os serviços associados sustentam os esforços de erradicação da pobreza, de crescimento econômico e da sustentabilidade ambiental”, disse.

Luciana Garcia, da Gerência de Educação Socioambiental da Sanepar, falou da importância da sustentabilidade nos processos produtivos das empresas e indústrias, que tem evoluído em suas práticas alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS. “Isso também se aplica ao exercício diário do consumo consciente da água no nosso cotidiano como cidadãos”, lembrou.

VISITAS – A visita virtual do CPCE faz parte de um novo modelo de atividade de educação socioambiental que vem sendo realizada pela Sanepar. As visitas síncronas, por meio de plataformas virtuais, são uma ferramenta adotada pela Sanepar para dar continuidade ao trabalho educativo que já desenvolvia com a comunidade. Com as restrições geradas pela pandemia, desde o ano passado o trabalho foi adaptado para atender às demandas, especialmente de instituições de ensino e grupos da sociedade organizada.

“A visita síncrona é interativa, dando oportunidade para que os participantes tirem suas dúvidas em tempo real, com mais dinamismo para a abordagem”, explicou Luciana. O trabalho iniciou em Ponta Grossa, mas na sequência será ampliado para todo o Paraná.

O novo modelo de visita guiada às estações da Sanepar também possibilita a participação de um número maior de pessoas ao mesmo tempo, antes restrito à limitação de espaço e por medidas de segurança. “É mais uma forma de mostrar aquilo que a Sanepar faz de melhor, que é o controle da qualidade da água, e o tratamento do esgoto, no ciclo do rio ao rio, desde a captação da água até a destinação final do esgoto tratado dentro dos parâmetros da legislação”, observou o técnico químico Luís Foltran, da Regional Ponta Grossa, responsável por apresentar as características técnicas do processo de produção de água tratada.

Entre os grupos mais frequentes nas visitas, estão escolas da rede pública e particular de ensino, do nível fundamental, médio e técnico, e instituições de ensino superior. “Temos procura de todas as áreas, mas principalmente dos cursos de engenharia e de odontologia”, comentou o técnico.

Interessados podem entrar em contato com a área de Educação Socioambiental da Sanepar pelo e-mail [email protected] As solicitações de agendamento são analisadas e atendidas conforme perfil do grupo e disponibilidade da equipe.

Da AEN