Frio atinge todo o Paraná e 15 municípios registram as temperaturas mais baixas do ano

Uma massa de ar frio e seco avançou por diversas regiões do Paraná nesta segunda-feira (19), causando queda brusca das temperaturas. Em 15 cidades foi o dia mais frio do ano, como Guarapuava, na região Centro-Sul, onde os termômetros registraram mínima de -4,4ºC. Municípios do Oeste, Sudoeste e Centro-sul também tiveram temperaturas negativas. Houve, ainda, ocorrência de geada intensa, além de congelamento em algumas localidades.

O vento calmo, vindo do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, invadiu o território paranaense, provocando resfriamento intenso, inclusive da região dos Campos Gerais e na Região Metropolitana de Curitiba.

Além de Guarapuava, as estações do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) indicaram recordes de temperaturas baixas para o ano em União da Vitória (0°C), Toledo (-3.0°C), Ponta Grossa (-4.2°C), Pinhão (-4.5°C), Pato Branco (-2.6°C), Paranavaí (0.9°C), Palmital (-0.9°C), Jaguariaíva (-1.7°C), Guaíra (0.2°C), Francisco Beltrão (-1.8°C), Foz do Iguaçu (-0.9°C), Fernandes Pinheiro (-1.9°C), Cornélio Procópio (2.0°C), Cerro Azul (-1.8°C) e Cândido de Abreu (-1.7°C).

Em General Carneiro, no Sul do Estado, os termômetros marcaram -5,4ºC, a menor do Estado. A rede Simepar também apontou mínimas de -3,3ºC em Palmas, -2,4 em Inácio Martins, -1,9 em Irati, -1,8 em Cerro Azul, -1,7ºC em Cascavel, -1,1ºC em Cambará, -0,6 em Assis Chateaubriand e -0,9ºC em Foz do Iguaçu. Em Curitiba, a menor temperatura foi de 1,5°C, mas o registro de 0,4ºC do dia 30 de junho permanece como a mais baixa de 2021 até agora.

GEADA – A intensidade do frio no Centro-Sul e no Oeste paranaense, com marcas tão baixas, fez com que a geada fosse intensa em diversos municípios. “No Sudoeste e nos Campos Gerais houve confirmação de geada branca, enquanto a geada negra poderá ser confirmada, apenas, em alguns dias, após a constatação do congelamento do orvalho”, destacou Samuel Brum, meteorologista do Simepar.

A geada negra ocorre quando o ar está muito seco e a planta morre antes que ocorram a formação e o congelamento do orvalho. Em outras palavras, ela acontece quando a atmosfera tem baixa concentração de vapor d’água e a perda radiativa é intensa, causando resfriamento acentuado da vegetação, chegando à temperatura letal.

PREVISÃO – O frio intenso deverá se manter estável em todas regiões do Estado nesta semana. Há previsão de geada ampla sobre o território paranaense, com exceção do Litoral.

Nesta terça-feira (20), as temperaturas deverão ser novamente baixas, com formação de geadas especialmente nas regiões Sudoeste, Centro-Sul, Campos Gerais e Região Metropolitana de Curitiba. Também há possibilidades da ocorrência de chuvas fracas nos municípios que fazem divisa com Santa Catarina, conforme previsão do Simepar.

A partir de quarta-feira (21), o frio vai perdendo intensidade de forma gradual. “O tempo deverá seguir bastante seco e sempre com temperaturas bem baixas no amanhecer e mais elevadas durante a tarde. No final da semana o Paraná deverá atingir temperaturas máximas acima de 20ºC em praticamente todos os municípios”, disse Brum.

Da AEN