Minsait promove Hackathon de Smart Cities no aniversário de Curitiba

A Minsait, uma empresa Indra, convoca profissionais e estudantes a participarem do “Curitiba Smart Hack”, maratona de desenvolvimento de software cujo desafio é criar para a cidade de Curitiba propostas tecnológicas inovadoras capazes de apoiar a cidade nas seguintes frentes: Mobilidade Urbana, Turismo Inteligente e Segurança dos Cidadãos. O hackathon terá duração de 42 horas, acontecerá de modo virtual entre os dias 26 a 28 de março, e fará parte da agenda oficial de celebrações do aniversário de Curitiba, que comemora 328 anos no dia 29 de março, e é referência em Smart Cities no Brasil e na América Latina.

As equipes participantes da competição utilizarão como base para o desenvolvimento de suas propostas a Onesait Platform, plataforma aberta com capacidades IoT e Big data da Minsait. A ferramenta permite integrar e gerenciar dados de múltiplas fontes e dispositivos por meio de modelos preditivos e regras para gerar informações relevantes não só para cidadãos e turistas, mas também para os gestores das cidades, ajudando-os a tomar decisões que melhor reflitam as necessidades da comunidade.

Os participantes do “Curitiba Smart Hack” devem se enquadrar em um dos seguintes perfis: Programação e desenvolvimento de aplicativos web/mobile, Design, Gestão de Negócios ou Comunicação e Marketing. As inscrições devem ser feitas por equipes, observando o número mínimo de dois e máximo cinco integrantes. Ao longo da competição as equipes receberão mentoria de especialistas, que acompanharão o desenvolvimento das propostas.

As inscrições para participar do hackthon “Curitiba Smart Hack” devem ser feitas pelo link https://www.curitibasmarthack.com.br até o dia 19 de março. Os critérios analisados para escolher o projeto vencedor envolvem: criatividade, aplicabilidade do sistema para solucionar o problema proposto e viabilidade de execução real da solução desenvolvida. A equipe vencedora receberá como prêmio 10 mil reais.

“Vemos um crescimento na adoção de novas tecnologias impulsionado pela atual crise sanitária, fato que se percebe também pelo extraordinário avanço que as soluções de Smart Cities estão experimentando com a incorporação de tecnologias como Inteligência Artificial, IoT e Big Data. Iniciativas como o “Curitiba Smart Hack” tem um papel importante ao integrar o ecossistema TI em prol do desenvolvimento de novas soluções capazes de gerar benefícios reais para cidadãos e gestores públicos e nós da Minsait nos sentimos muito orgulhosos por promover uma competição à altura da cidade de Curitiba”, explica Miguel Rábano, head de Administração Pública da Minsait no Brasil.

CURITIBA