Paraná conhece novas tecnologias sul-coreanas em energia solar e internet

O vice-governador Darci Piana recebeu nesta segunda-feira (29), no Palácio Iguaçu, o presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Coreia do Sul, Hong Soon Kang, e uma comitiva de empresários sul-coreanos interessados em conhecer mais o Paraná e apresentar tecnologias inovadoras em energia solar e internet para possíveis investimentos.

Piana destacou a importância de fontes renováveis de energia para o agronegócio do Estado. “Somos o maior produtor de frango da América Latina, o segundo no abate de suínos no País e temos a movimentação no Porto de Paranaguá, que é o maior exportador de soja do Brasil”, citou o vice-governador.

“E para atender toda essa estrutura temos o Paraná Trifásico, que vai construir 25 mil quilômetros de redes trifásicas até 2025. Mas também estamos abertos a encontrar novas formas de geração de energia para atender o agronegócio e cumprir nossa meta com o desenvolvimento sustentável. Essa iniciativa passa pelos programas Paraná Energia Renovável e Banco do Agricultor, com juros subsidiados para acessar essas tecnologias”, acrescentou Piana.

Os empresários representaram a Samdo Eletric, uma companhia fundada em 1994. Seu mercado principal é a fabricação, venda e instalação de sistema solar. A empresa já atua no Japão, Camboja, Fiji e Filipinas.

O diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, acompanhou a audiência e confirmou que o Estado tem interesse em energia limpa, como a fotovoltaica. “O primeiro ponto é a questão da energia renovável com as placas fotovoltaicas, com um sistema de bateria armazenável diferente”, afirmou.

A empresa sul-coreana também desenvolveu e oferece tecnologia para levar internet a regiões não urbanizadas, com uma metodologia de transmissão através da frequência de TV. “Agora temos a questão de verificar a viabilidade e a legalidade para a autorização. Se eles conseguirem transmitir internet e uma série de dados através da frequência da televisão, conseguireos cobrir toda área do nosso agronegócio, o que é prioriário para o Governo”, disse.

De acordo com o diretor-presidente da Invest Paraná, apenas 7% da área agrícola do Estado tem cobertura de internet. “O Governo do Paraná já está expandindo essa cobertura, porém tem interesse em fazer isso mais rápido e a tecnologia desses empresários teria como contribuir”, destacou Bekin.

Ele acrescentou que um terceiro ponto da reunião foi a possibilidade de aproximar as universidades públicas do Paraná e as do governo da Coreia do Sul.

HOMENAGEM – A audiência contou com entrega de um troféu ao vice-governador, em nome do embaixador da Coreia do Sul, Kim Chan Woo, como agradecimento pela contribuição do governo estadual na 3ª Copa Embaixador da República da Coreia de Taekwondo, realizada em novembro de 2019, em Curitiba.

PRESENÇAS – Participaram da audiência, da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Coreia do Sul, o vice-presidente Chang Keun Byun, o diretor jurídico Marcelo Vitorino, o diretor financeiro Reginaldo Guidolin, o diretor internacional Newton Koike, a diretora regional Mariza Assenção Luiz, e o diretor regional Chian Soo Kim. Da empresa sul-coreana estavam presentes o presidente Eon Kyu Shim e os diretores Dae Woong Kim e Kim Nam Sun. Como convidado, estava o cônsul-honorário do Senegal em Curitiba, Ozeil Moura Dos Santos.

Da AEN