Sanepar e Invest vão estimular modernização de agricultores da Bacia do Miringuava

A Sanepar e a Invest Paraná vão trabalhar juntas na elaboração, implementação e desenvolvimento de ações na região da Bacia do Miringuava, que corta São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, e desagua no Rio Iguaçu.

A parceria foi efetivada nesta semana com a assinatura de um termo de cooperação técnica e vai seguir as diretrizes do Programa de Apoio às Vocações Regionais Sustentáveis do Estado do Paraná e do Plano de Desenvolvimento Socioterritorial. O objetivo é contribuir para que os produtores agrícolas e pequenos empreendedores daquela região possam alavancar suas atividades econômicas de forma sustentável.

Com o suporte da Invest Paraná, a Sanepar irá aprimorar o trabalho que já desenvolve junto aos agricultores da Bacia do Miringuava, diretamente impactados pela construção da barragem.

A agência do governo estadual de apoio a empresas locais e novos investimentos, dará suporte aos empreendimentos, auxiliando no levantamento de dados, fornecimento de informações e tomada de decisões estratégicas.

Esse trabalho visa incentivar a industrialização das atividades com estratégias comerciais mais efetivas, considerando que a maioria ainda atua com agricultura familiar.

“A parceria com a Invest Paraná será de grande importância na organização da cadeia produtiva dessas pequenas propriedades, dando capacitação comercial para poder agregar valor a seus produtos e criando mecanismos para vendê-los”, destacou o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.

MIRINGUAVA – A Sanepar deve concluir nos próximos meses o Reservatório do Miringuava, investimento de R$ 160 milhões para possibilitar o armazenamento de 38 bilhões de litros de água, o que garantirá produção de 2 mil litros de água por segundo e ajudará a combater a escassez provocada pela falta de chuvas na Capital e RMC.

A obra está com quase 100% das estruturas de concreto armado concluídas. Atualmente está em construção o aterro compactado do maciço, que terá 29 metros de altura. Essa é a estrutura que fará o barramento da água.

REGIONALIZAÇÃO DA INVEST – A Invest Paraná deu início neste ano a parcerias institucionais com prefeituras e órgãos públicos para regionalizar o seu atendimento. A estratégia visa ampliar a atração de investimentos privados e o desenvolvimento de regiões com baixo IDH. A intenção é ativar 24 representações em cidades polo até o fim de 2022, metade delas ainda neste ano.

Além de atrair investimentos, a agência é responsável pelo Programa de Apoio às Vocações Regionais, que tem objetivo de promover crescimento sustentável de cadeias produtivas já estabelecidas no Estado. É uma das metas estabelecidas na Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas (ONU).

Da AEN