Startup paranaense é destaque na etapa nacional do Capital Empreendedor, do Sebrae

O Circuito de Investimento, fase final do programa Capital Empreendedor, promovido pelo Sebrae Nacional, foi realizado nos dias 17 e 18 de novembro, de forma digital. A Docato, empresa de Ponta Grossa que tem como proposta simplificar os processos burocráticos para empresas, ficou entre os três destaques do ciclo 2020, como a mais atraente no quesito interesse dos investidores que participaram do circuito. A Ubots, de Porto Alegre, com tecnologia para comunicação de grandes empresas com seus clientes, e a Pluricell Biotech, de São Paulo, que desenvolve terapias celulares, completaram a trinca, como destaque de negócio e destaque de comportamento empreendedor, respectivamente.

Na fase final, 41 startups de todo o Brasil participaram, sendo quatro delas paranaenses. O diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, destaca que o Estado teve qualidade e quantidade na edição 2020 do Capital Empreendedor.

“Tivemos uma participação expressiva neste ano. Das 900 startups inscritas, 105 eram do Paraná, o segundo com mais representantes, depois de São Paulo. É uma demonstração de que o mercado de inovação do Estado está aquecido, mesmo com a pandemia”, pontua Agostini.

A última etapa do Capital Empreendedor foi o Circuito de Investimento, com três rodadas de negócios em dois dias e 96 investidores. Vicente Barbur Neto, um dos fundadores da Docato, comenta que o programa serve como uma chancela para as startups junto a potenciais investimentos.

“Já tínhamos contato com alguns investidores. No circuito, fizemos ótimas conexões e reforçamos alguns contatos que havíamos feito anteriormente. É um momento muito legal, com novas conversas e algumas pré-disposições. Estar entre as Top 3 é um selo de referência”, analisa Vicente.

A solução desenvolvida pela Docato está focada em serviços digitais para atendimento de departamentos jurídicos de grandes empresas (bancos, varejos, telecomunicações) com a extração de informações estruturadas e documentos de instituições públicas.

A Docato e as outras empresas paranaenses que participaram do Circuito de Investimento continuarão sendo preparadas pelo Capital Empreendedor em 2021, com consultorias e mentorias.

MAIS DE R$ 11 MILHÕES – No ciclo 2020, o Capital Empreendedor recebeu 900 inscrições. Dessas, 223 startups, de 23 Estados, participaram do projeto. Após três edições do programa, 26 empresas já receberam investimentos que movimentaram R$ 11,6 milhões.

Da assessoria