Ao anunciar novos nomes, Biden defende ajuda fiscal a governos estaduais

Ao oficializar o anúncio de mais integrantes de seu gabinete, o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, defendeu a liberação de mais recursos para governos estaduais e locais. “Estamos no auge de uma crise neste momento. E essa nação precisa de liderança presidencial”, afirmou, em discurso.

Para o cargo de representante comercial, o democrata indicou a advogada especializada em China Katherine Tai.

Para liderar o Departamento de Agricultura, a escolha foi por Tom Vilsack, que exerceu a função durante a gestão do ex-presidente Barack Obama.

Já o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano será chefiado pela deputada Marcia Fudge, caso o Senado a aprove.