Assessor de Zelensky critica proposta de neutralidade para a Ucrânia

Assessor do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e um dos membros da delegação ucraniana nas conversas, Mikhail Podolyak fez ressalvas à proposta de neutralidade da Ucrânia, que poderia ser um caminho para buscar a paz com a Rússia. Em mensagem no Telegram, ele disse entender que os aliados de Kiev sugiram algo do tipo, similar ao modelo da Suécia ou da Áustria, mas ressalta que a Ucrânia “está agora em estado direto de guerra com a Rússia”.

Segundo ele, um modelo do tipo poderia ser adotado apenas com “garantias de segurança legalmente verificadas”.

Para Podolyak, as garantias de segurança passariam pelo envio de armas à Ucrânia para sua defesa e também por garantir que o país possa fechar seu espaço aéreo para evitar eventuais ataques com mísseis.

O governo do presidente Volodymyr Zelensky tem insistido para que aliados fechem o espaço aéreo para acabar com os ataques do tipo, mas os EUA e outras nações da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) resistem a dar esse passo, temendo uma escalada e a disseminação do conflito.