BoE: meta de zerar emissões exigirá mudança ‘sem precedentes’ na economia

Presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey falou nesta terça-feira, 1º, sobre o papel dos bancos centrais em meio ao combate a mudanças climáticas e à busca por países para zerar as emissões líquidas de gases causadores do efeito estufa. Durante evento da Reuters, ele lembrou que o Reino Unido foi um dos primeiros países a adotar legislação para se comprometer com essa meta até 2050.

Segundo Bailey, garantir essa meta exigirá uma “mudança estrutural sem precedentes” na economia, “particularmente do lado da oferta”. Nesse quadro, notou que a manutenção de estabilidade monetária e financeira exige uma resposta “no momento adequado, coerente e coordenada” das autoridades. O BoE tem agora entre suas missões levar em conta essa meta estratégica do governo de reduzir emissões, notou.

Bailey disse que o BoE pretende agir proativamente para mitigar os riscos financeiros com as mudanças climáticas.