Brexit: Johnson diz que continuará negociando acordo, mas que situação é difícil

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse nesta sexta-feira que o país continuará negociando o acordo comercial pós-Brexit com a União Europeia, mas que as tratativas estão “difíceis”. “A posição do Reino Unido sempre é de que queremos continuar conversando se houver qualquer chance de um acordo”, declarou o líder durante uma entrevista à BBC na manhã desta sexta.

O prazo para a transição do Brexit, como é chamada a saída dos britânicos do bloco europeu, termina no dia 31 de dezembro. Se um acordo não for fechado até essa data, a relação comercial entre Londres e Bruxelas passará a obedecer às regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) a partir de 1º de janeiro.

Na quinta-feira, o Parlamento Europeu estabeleceu o dia 20 de dezembro, este domingo portanto, como prazo máximo para que o acordo Brexit seja fechado e possa ser ratificado pelos legisladores antes do final do ano. “Eu tenho que dizer que as coisas estão parecendo difíceis e há lacunas que precisam ser fechadas, e eu acredito que nossos amigos da União Europeia terão bom senso e virão à mesa com algo”, afirmou Johnson hoje.