Condenado, Zuma diz que não irá se entregar

O ex-presidente sul-africano Jacob Zuma, condenado a 15 meses de prisão, negou-se a se entregar às autoridades, horas antes do término do prazo imposto pela Justiça, que venceria na noite deste domingo, 4. Zuma foi condenado na terça-feira a 15 meses de prisão pelo Tribunal Constitucional, por se ter recusado a testemunhar em várias ocasiões no âmbito das investigações sobre a corrupção do Estado.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.