Credit Suisse prevê prejuízo de US$ 961 milhões no 1º trimestre

O Credit Suisse anunciou nesta terça-feira, 5, que prevê um prejuízo antes de impostos de US$ 961,1 milhões no primeiro trimestre devido a um custo ligado a um fundo de hedge dos Estados Unidos. O banco disse que iria suspender seu programa de recompra de ações.

A perda inclui um encargo de US$ 4,69 bilhões relacionado ao fracasso do fundo em pagar as chamadas de margem feitas pelo banco suíço. O Credit Suisse afirmou que esse custo vai anular o desempenho forte que a instituição teria alcançado no setor de bancos de investimento, gestão de patrimônio e gestão de ativos.

O banco disse que espera que o seu índice CET1 do primeiro trimestre fique em ao menos 12%. O programa de recompra de ações será suspenso após a conclusão das compras do primeiro trimestre e não será retomado até que o Credit Suisse recupere suas metas de capital e seus dividendos.

O Credit Suisse deve divulgar seus resultados do primeiro trimestre no dia 22 de abril.