Deese: governo Biden identificou soluções para falta de semicondutores

Principal assessor econômico do governo dos Estados Unidos, Brian Deese afirmou que o governo Biden identificou “soluções concretas” para a escassez de chips semicondutores no país, que tem afetado uma série de indústrias americanas, como a automotiva. Novidades sobre o assunto devem ser divulgadas na semana que vem, disse a autoridade durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 4.

Deese comentou ainda os números do relatório de empregos (payroll) de maio no país, os quais ele classificou como “robustos”. Ele destacou que houve o “maior declínio mensal desde 2011” da taxa de desempregados a longo prazo, que inclui pessoas que estão há pelo menos 27 semanas sem emprego formal.

O avanço do mercado de trabalho reflete, segundo Deese, o da economia americana como um todo. “Somos o único país-membro do G7 e da Organização para Cooperação para o Desenvolvimento Econômico (OCDE) cuja perspectiva de crescimento é melhor agora do que no período anterior à pandemia”, ressaltou o assessor. Ainda há, porém, “muita insegurança” na economia americana, e “altos e baixos” são esperados durante a recuperação, segundo Deese.