Diante de crise na Ucrânia, Biden concorda ‘a princípio’ em se reunir com Putin

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, concordou “a princípio” em se reunir com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, para discutir a crise na Ucrânia. A proposta de um encontro de cúpula entre os dois líderes foi apresentada a ambos pelo presidente da França, Emmanuel Macron, neste domingo, dia 20.

A secretária de Imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, informou em nota que o governo americano coloca a não invasão da Ucrânia como condição para um encontro de Biden com Putin. O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, e o chanceler da Rússia, Sergei Lavrov, vão se reunir na quinta-feira, 24, na Europa, para definir detalhes da cúpula entre Biden e Putin.

“Sempre estamos prontos para a diplomacia. Mas também estamos sempre prontos para impor consequências duras com rapidez se a Rússia preferir a guerra”, diz o comunicado divulgado por Psaki. Fonte: Associated Press.