Em reunião com empresário, Biden diz que população quer ‘tudo’ no pacote fiscal

Durante uma reunião com líderes empresariais nesta quarta-feira, 17, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que a população americana quer “tudo” no pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão. A proposta do democrata começou a tramitar no Congresso na semana passada, mas algumas medidas, como o aumento do salário mínimo, enfrentam a oposição de parlamentares do Partido Republicano.

“A economia inteira vai crescer de uma maneira que não víamos há muito tempo”, declarou Biden, em referência aos estímulos fiscais. O chefe da Casa Branca defendeu também o investimento em infraestrutura e disse que o país está “muito atrasado” nesse sentido. “Temos a oportunidade de fazer um progresso enorme com a criação de empregos bem remunerados”, frisou.

Biden propôs um aumento no salário mínimo americano de US$ 7,25 para US$ 15 por hora. No entanto, a medida não é consenso nem mesmo entre os democratas. Alguns parlamentares consideram que não é possível elevar o salário mínimo pela resolução orçamentária conhecida como “reconciliação”, que será usada para passar o pacote fiscal no Senado por maioria simples, dispensando o apoio dos republicanos.

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou que a proposta de aumento do salário mínimo pode ser alterada na versão final do pacote.