EUA enfrentarão ‘situação muito grave’, diz Coreia do Norte após fala de Biden

A Coreia do Norte afirmou neste domingo, 2, que os Estados Unidos enfrentarão uma “situação muito grave” e alegaram que o presidente norte-americano, Joe Biden, cometeu “um grande engano” em discurso recente ao chamar a Coreia do Norte de ameaça à segurança.

Na semana passada, Biden, em seu primeiro discurso ao Congresso, chamou os programas nucleares da Coreia do Norte e do Irã de “sérias ameaças” à segurança norte-americana e global, e disse que trabalhará com aliados para lidar com esses problemas com diplomacia e detenção.

“A sua afirmação reflete claramente sua intenção de continuar aplicando a política hostil em relação à Coreia do Norte, como foi feito pelos EUA por mais de meio século”, disse Kwon Jong Gun, um oficial sênior do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte. “Agora que a nova política dos EUA para a Coreia do Norte ficou clara, nós seremos levados a pressionar por medidas correspondentes, e com o tempo os EUA se encontrarão numa situação muito grave.”

Kwon não deu detalhes sobre quais medidas a Coreia do Norte tomaria, e a afirmação pode ser vista como um esforço para pressionar o governo Biden enquanto ele formula suas políticas para a Coreia do Norte.

O conselheiro de segurança nacional de Biden, Jake Sullivan, disse neste domingo que a política dos EUA não “é voltada para a hostilidade, mas sim para soluções” e para “alcançar a desnuclearização completa da Península da Coreia”.