EUA já aplicaram 100 milhões de doses de vacinas contra covid-19

Os Estados Unidos ultrapassaram nesta sexta-feira, 12, 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 administradas, de acordo com dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Mais de 35 milhões de pessoas foram totalmente vacinadas, representando 13,5% da população adulta dos EUA, de acordo com o CDC. Mais de 65,9 milhões de pessoas receberam pelo menos uma injeção dos regimes de duas doses, como explicou o órgão.

A marca significa o cumprimento da meta do presidente Joe Biden de administrar pelo menos 100 milhões de doses em seus primeiros 100 dias no cargo, que ele bate com quase a metade do tempo previsto, no seu 52º na presidência. Em seu discurso na noite de quinta-feira, ele havia previsto que a meta seria alcançada antes do 60º dia.

O governo acelerou lentamente o ritmo das vacinações desde que Biden assumiu o cargo, em 20 de janeiro. A Casa Branca originalmente começou a administrar 1 milhão de injeções por dia, o que alguns especialistas em saúde pública criticaram como uma meta baixa. Nesta sexta-feira, segundo o CDC, os EUA administraram um recorde de 2,9 milhões de doses.

O país, com cerca de 330 milhões de habitantes, anunciou na quinta-feira, 11, que vai recrutar dentistas, médicos veterinários e estudantes de saúde para reforçar a sua campanha de vacinação.

Na noite de quinta-feira, em seu primeiro pronunciamento à nação desde que assumiu a Casa Branca, Biden instruiu que os governos estaduais tornem todos os americanos elegíveis para receber a vacina contra o coronavírus até 1º de maio.