EUA: Pence é vacinado e indica que imunizante da Moderna ainda não foi aprovado

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, foi vacinado contra a covid-19 nesta sexta-feira, com o imunizante da Pfizer, em uma transmissão televisionada. “É um milagre médico”, declarou o republicano depois de receber a dose. De acordo com ele, o objetivo foi “construir confiança na vacina”.

“Temos uma e, talvez, dentro de algumas horas, teremos duas vacinas seguras para você e sua família”, disse Pence, em referência à expectativa pela autorização do uso emergencial do imunizante da Moderna. A fala do vice contraria afirmação do presidente americano, Donald Trump, de que a vacina da farmacêutica já teria sido aprovada.

Na quinta-feira, o Comitê Consultivo da Administração de Medicamentos e Alimentos (FDA, na sigla em inglês) decidiu recomendar que a agência conceda autorização para o uso emergencial do produto. “Esta semana foi o começo do fim da pandemia de coronavírus”, afirmou Pence, “mas com os casos em alta e as hospitalizações aumentando, ainda temos um caminho pela frente.”