Fauci diz que EUA estão atrasados em vacinação e projeta pandemia pior em janeiro

O diretor do Instituto de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, que será conselheiro médico chefe no governo de Joe Biden, disse nesta terça-feira, 29, que a pandemia de covid-19 pode piorar em janeiro no país devido às festas de fim de ano. “É com isso que estamos preocupados, que além do aumento repentino, podemos ter um aumento sobreposto a esse aumento, o que pode tornar janeiro ainda pior do que dezembro”, afirmou durante uma entrevista à CNN.

O infectologista, que esteve à frente do combate ao coronavírus nos EUA desde o começo da pandemia, também disse que o país está atrasado na vacinação.

Segundo ele, 2,1 milhões de doses foram administradas até agora, abaixo da estimativa do governo, que era de 20 milhões de doses até o final de dezembro. “Certamente ainda não estamos no número que gostaríamos de estar”, declarou.

No entanto, Fauci ponderou que pode haver um impulso na vacinação no próximo mês que permita alcançar mais rapidamente o ritmo projetado. “Quando vacinarmos todas as pessoas que querem ser vacinadas, será quando viraremos a página da pandemia”, ressaltou.