Líder do processo de impeachment convida Trump a testemunhar sobre caso

O líder do processo de impeachment de Donald Trump na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, deputado Jamie Raskin (Democrata), convidou o ex-presidente e seus advogados a testemunharem antes ou durante o julgamento pelo Senado americano, que começará dia 9.

O convite vem dois dias após Trump negar as alegações contidas no processo de impeachment contra ele, que Raskin, um de seus autores, considera “factuais”. O caso envolve os acontecimentos do dia 6 de janeiro, quando Trump supostamente insuflou apoiadores a invadirem o Capitólio.

Em carta, Raskin acusa Trump e seus representantes legais de tentar “colocar fatos críticos em questão, apesar da clara e esmagadora evidência da ofensa constitucional cometida” pelo ex-presidente. Os líderes do processo de impeachment propuseram que Trump testemunhe entre os dias 8 e 11 de fevereiro.

Caso Trump se recuse a testemunhar, os líderes usarão sua recusa contra ele no julgamento, disse Raskin.