Mais partidos demonstram apoiar Draghi como premiê na Itália

O pequeno partido de esquerda Livres e Iguais (LeU, na sigla em italiano) demonstrou nesta terça-feira apoio à indicação de Mario Draghi como potencial primeiro-ministro da Itália. Liderança da sigla na Câmara dos Deputados, Federico Fornaro disse esperar que ele possa formar uma frente de união nacional, segundo a Ansa. O ex-premiê Silvio Berlusconi, também apontou que seu Forza Italia apoiará Draghi, elevando as chances de que ele consiga formar um governo.

Berlusconi comentou, segundo a imprensa local, que o governo Draghi será “de unidade nacional”, a fim de enfrentar a pandemia da covid-19 e seus impactos, inclusive os econômicos.

O jornal La Repubblica aponta que agora há expectativa sobre a posição de Beppe Grillo, do Movimento 5 Estrelas, neste que é o último dia das consultas previstas com lideranças políticas italianas.

Segundo o jornal, o Partido Democrático expressou estar “muito satisfeito” com as propostas de Draghi, que incluem um trabalho para avançar logo na vacinação contra a covid-19, tendo professores e o pessoal escolar como grupo prioritário.

A imprensa local aponta que caberá agora ao ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE) apontar um gabinete com o qual possa tentar confirmar uma coalizão de governo.