México aprova uso da vacina Abdala, de Cuba, contra a covid-19

O conselho de segurança da saúde no México aprovou hoje o uso das três doses da vacina Abdala, produzida em Cuba, contra a covid-19.

De acordo com o conselho, há evidências suficientes de que o imunizante é seguro e eficaz. A aprovação emergencial, no entanto, não necessariamente significa que o governo mexicano, que atualmente é o único comprador de imunizantes no país, começará a adquirir e administrar doses da Abdala no país.

O México já aprovou dez vacinas, mas fez pouco uso de algumas, como a chinesa Sinopharm.

Cuba, por sua vez, aprovou a Abdala para uso doméstico e começou a exportar comercialmente o imunizante para o Vietnã e a Venezuela.