Nos EUA, Moderna inicia processo para poder comercializar vacina após a pandemia

A farmacêutica americana Moderna anunciou nesta terça-feira, 1, que iniciou o processo para autorização plena à comercialização de sua vacina contra a covid-19 junto ao Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos. O imunizante da Moderna tem sido usado no país sob autorização de uso emergencial, emitida pelo FDA em dezembro do ano passado.

“A Moderna continuará a enviar dados ao FDA para apoiar o pedido de licença biológica em uma base contínua nas próximas semanas”, disse a companhia em nota à imprensa.

CEO da farmacêutica, Stéphane Bancel disse estar contente pelo anúncio e ansioso para trabalhar em conjunto com o FDA, reforçando que a Moderna continuará a enviar dados do estudo de fase 3 da vacina e completará o processo de avaliação continuada do produto.