ONU: Rússia tem de passar por investigação sobre crimes de guerra, diz Guterres

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou nesta quarta-feira (5) que a Rússia deve passar por uma investigação independente para que sejam averiguados os supostos crimes cometidos na guerra contra a Ucrânia. “Ficamos chocados com as imagens vindas de Bucha”, afirmou.

O cenário de Bucha causou uma indignação global contra a Rússia. Mais de 400 pessoas foram encontradas mortas e com sinais de execução, com mãos amarradas, nas ruas da cidade – que fica nos arredores de Kiev. A Rússia nega a autoria dos crimes e afirma que o cenário da cidade é algo “fabricado”.

Guterres também disse ser necessário que países tomem medidas para garantir a liquidez nos mercados. “Não é hora para protecionismo”, destacou, durante reunião do Conselho de Segurança (CS) da ONU.

O secretário-geral afirmou, ainda, que o conflito está gerando problemas na cadeia de suprimentos em muitos países, deixando muitas pessoas vulneráveis ao aumento dos custos de alimentos, energia e fertilizantes.