Parlamento de Israel é dissolvido; país terá 4ª eleição em 2 anos

O Parlamento de Israel confirmou nesta quarta-feira, 22, que o país terá a quarta eleição em dois anos. O prazo para a aprovação de um novo orçamento acabou à meia-noite (horário local), forçando o legislativo a se dissolver e automaticamente desencadeando novas eleições em 23 de março.

O fracasso em alcançar um orçamento causa o colapso do atual governo de Israel. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e seu principal rival, Benny Gantz, formaram sua coalizão em maio para enfrentar os desafios da crise do coronavírus.

No entanto, a parceria foi atormentada por desconfiança e brigas internas. As pesquisas de opinião indicam que, se as eleições fossem realizadas hoje, Netanyahu enfrentaria uma dura ameaça de um trio de ex-aliados descontentes que compartilham sua ideologia linha-dura, mas se opõem ao seu estilo pessoal de governo.