Pence pede fim de violência e Casa Branca diz que Guarda Nacional irá o Congresso

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, pediu o fim da violência no Congresso americano, que foi invadido por manifestantes favoráveis ao presidente do país, Donald Trump, durante o processo de certificação da vitória de Joe Biden na eleição presidencial. A Casa Branca também informou que a Guarda Nacional está a caminho do Capitólio.

“O protesto pacífico é o direito de todo americano, mas este ataque ao nosso Capitólio não será tolerado e os envolvidos serão processados em toda a extensão da lei”, escreveu Pence em sua conta oficial no Twitter. “Está ocorrendo violência e destruição no Capitólio dos EUA e isso deve parar agora”, pediu o vice-presidente.

A porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, por sua vez, reiterou o apelo de Trump para que os protestos sejam pacíficos. “Sob a orientação de presidente @realDonaldTrump, a Guarda Nacional está a caminho, juntamente com outros serviços federais de proteção”, escreveu, também no Twitter.

Antes da invasão no Capitólio, os legisladores aliados de Trump haviam questionado a certificação dos votos do Arizona.

O próprio presidente, por sua vez, declarou que nunca admitirá a derrota para Biden. O democrata conquistou 306 votos no Colégio Eleitoral, contra 232 do republicano.