Presidente da Câmara dos Representantes pede avanço no impeachment de Trump

A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, disse que a Casa precisa avançar com o impeachment do presidente Donald Trump porque o país está em “um momento sem precedentes na história.”

Falando na terça-feira, na véspera da segunda votação para afastar o presidente, Pelosi disse que Trump precisa ser acusado por causa do “ataque sedicioso” de seus apoiadores ao Capitólio na semana passada. “Instigo meus colegas republicanos para que abram seus olhos e finalmente responsabilizem este presidente”, disse, no plenário da Câmara. “A história de nosso país, e o futuro da nossa democracia, estão em jogo.”

Na noite de terça-feira, o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, anunciou que não iria invocar a 25ª Emenda da Constituição para retirar Trump do poder. Em carta a Pelosi, ele afirmou que a ação abriria um “precedente terrível” e que não seria o melhor a oito dias do fim do mandato.

A Câmara dos Representantes, controlada pelos democratas, deve votar para afastar o presidente Trump na quarta-feira, com alguns votos de republicanos. Se isso ocorrer, Trump será o primeiro presidente na história dos EUA a sofrer dois impeachments.