Repressão militar a civis mata ao menos 25 em Mianmar

Ao menos 25 combatentes e civis que se opõem à junta militar golpista de Mianmar foram mortos desde sexta-feira, 2, em confrontos com o Exército, em um momento em que aumenta o número de civis que pegam em armas contra o regime após o golpe de 1.º de fevereiro. Segundo testemunhas, a maioria foi executada com tiros na cabeça. Em algumas áreas, os civis se organizam em grupos de defesa para lutar contra a junta, na maioria das vezes usando rifles de caça ou armas caseiras.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.