Trump dá perdão presidencial a ex-assessor Steve Bannon

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deu um perdão presidencial ao seu antigo estrategista-chefe, Steve Bannon. O perdão foi um de várias dúzias esperadas para as últimas horas de Trump na Presidência.

Bannon foi acusado em agosto de 2020 de ter ligação com um suposto esquema para desviar centenas de milhares de dólares de uma campanha de financiamento coletivo para a construção de uma parede ao longo da fronteira do sul dos Estados Unidos, uma promessa de campanha de Trump.

Ele havia se declarado inocente e estava em liberdade depois de concordar pagar uma fiança de US$ 5 milhões enquanto aguardava julgamento.