Trump volta a pressionar Congresso por auxílio maior em novo pacote fiscal

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou ao Twitter nesta sexta-feira, 25, para criticar o Congresso americano depois da aprovação, no Parlamento, do novo pacote fiscal de US$ 900 bilhões. O republicano pede que o auxílio para a população, definido em US$ 600 após longas negociações entre o seu partido e a oposição democrata, seja elevado para US$ 2.000.

“Eu fiz várias ligações e tive reuniões no Trump International (clube de golfe) em Palm Beach, na Flórida. Por que os políticos não querem dar ao povo US$ 2.000, ao invés de apenas US$ 600? Não foi culpa dele (a pandemia da covid-19), mas da China. Deem o dinheiro ao nosso povo!”, escreveu o presidente.

Como Trump ainda não sancionou o projeto, milhões de americanos podem perder em breve os benefícios que recebem por conta da pandemia. O presidente causou confusão depois de criticar, na terça-feira, 22, o pacote aprovado com amplo apoio bipartidário na Câmara dos Representantes e no Senado.

Ontem, a democrata Nancy Pelosi, presidente da Câmara, informou que a Casa vai votar na próxima segunda-feira, 28 um projeto de lei para contemplar o pagamento de US$ 2.000 pedido por Trump. No entanto, a tendência é que os republicanos barrem a medida no Senado, onde são maioria. (Com informações da Dow Jones Newswires)