Yoshihide Suga: clima guiará as perspectivas de crescimento no futuro

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou nesta sexta-feira, 24, que a mudança climática é um desafio “iminente”. Durante discurso gravado e exibido na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o líder japonês também criticou a nuclearização da Coreia do Norte.

Na visão de Suga, o clima guiará também as perspectivas de crescimento no futuro. Ele frisou, durante seu discurso, que o Japão se comprometeu a reduzir as emissões de carbono em 46% até 2030, com base nos níveis de 2013. Além disso, ressaltou o premiê, o país pretende atingir a neutralidade de carbono em 2050. Ele se comprometeu, ainda, em fornecer “financiamento verde” para países em desenvolvimento.

Ao comentar os desafios da pandemia, Suga disse que é importante garantir o acesso igualitário às vacinas contra covid-19 em todas as partes do mundo. Ele também afirmou que o Japão continuará a contribuir com a discussão sobre a reforma da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Suga disse esperar que a Coreia do Norte se engaje em negociações diplomáticas. Ele afirmou que o Japão condena as atividades nucleares realizadas recentemente pelo país vizinho e ressaltou que o tema é de preocupação internacional.