Castrolanda avança na cooperação técnica com Nações Unidas

A Cooperativa Castrolanda, através do Setor de Energia, tem estreitado os vínculos e buscado alternativas sustentáveis com relação ao desenvolvimento do biogás em suas regiões de atuação. Um dos projetos em pauta é o GEF Biogás Brasil, liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), que tem por objetivo reunir forças para acelerar a transformação de resíduos em energia no Brasil.

O coordenador de Biomassa da Castrolanda, Gilvan Plodowski, relata que a parceria está em fase inicial, no entanto, o programa prevê a cooperação técnica dos envolvidos para identificar modelos de negócios viáveis, oportunizar condições de execução aos seus cooperados, promover o intercâmbio de informações e o desenvolvimento do mercado de biogás e biometano. “Temos um potencial enorme. E nós como Cooperativa precisamos encontrar formas de garantir aos cooperados condições de realizarem ações adequadas, tecnológicas e cada vez mais sustentáveis”, destaca Gilvan.

Além dos benefícios econômicos e sociais, a geração de energia a partir do biogás também reduz a emissão de gases poluentes de efeito estufa na atmosfera, aprimorando o desempenho ambiental do agronegócio brasileiro e a gestão de resíduos no país. O programa está ligado também a agenda de crescimento econômico inclusivo em economias emergentes, prosperidade mútua e progresso em direção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O que é biogás?

O biogás é uma fonte renovável de energia gerada a partir da decomposição de resíduos orgânicos produzidos por empreendimentos diversos, como fazendas, indústrias ou restaurantes. Os resíduos são armazenados em estruturas cobertas por lonas, onde sua decomposição resulta na liberação de biogás e biofertilizante. O biogás pode ser utilizado para a geração de energia elétrica, energia térmica e combustível.

O biogás tem o potencial de suprir até 40% da demanda total de energia elétrica no Brasil e 70% do consumo nacional de diesel, segundo a Associação Brasileira do Biogás (ABiogás).

CARAMBEÍ