Desde janeiro, Brasil despejou mais de 1 milhão de piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento na natureza

Com o intuito de facilitar a disponibilização de dados sobre saneamento,  O Instituto Trata Brasil publica o novo site oficial (http://www.tratabrasil.org.br/) com uma atualização mais moderna, trazendo mais informações para o público. Uma das novidades é o ”Esgotômetro”, inspirado no impostômetro, a ferramenta tem o intuito de dar mais visibilidade à precariedade dos serviços de saneamento no país. No Brasil são despejados na natureza diariamente o equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento. O Esgotômetro faz esse cálculo diário de desde 1º de janeiro de 2021, até agora o país já despejou mais de 1,06 milhão de piscinas olímpicas com esgoto sem tratamento na natureza e o número segue aumentando. Para se ter uma ideia, de todo o esgoto gerado no país, estima-se que somente 46% seja tratado.


Ainda na primeira página do site, é possível ter acesso aos principais dados sobre os serviços de saneamento no Brasil com base no SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) e no Painel Saneamento Brasil. Os dados mostram que atualmente quase 100 milhões de brasileiros (46%) não têm acesso à coleta de esgoto (SNIS 2019), o Brasil teve mais de 273 mil internações por doenças de veiculação hídrica em 2019 (Painel Saneamento 2019) e 83,7% dos brasileiros têm acesso à água tratada (SNIS 2019). Um outro dado relevante é sobre as moradias sem acesso a um banheiro no país, atualmente sendo 1,7 milhão, o que corresponde a mais de 5 milhões de pessoas.

Em seguida é possível acessar o Painel Saneamento Brasil (https://www.painelsaneamento.org.br/) que possui os indicadores socioeconômicos e de saneamento de mais de 893 localidades em todo o Brasil. No portal é possível comparar e explorar os indicadores como acesso à água tratada, coleta e tratamento de esgoto em diferentes cidades do país.

O público pode acessar ainda o blog do Instituto, que é atualizado semanalmente com posts relacionados ao saneamento; as Ações do Trata Brasil, que são trabalhos desenvolvidos com o intuito de expandir o conhecimento sobre saneamento básico para o país, nesta seção é possível ter acesso às atividades realizadas nos metrôs de São Paulo, os gibis desenvolvidos em parceria com editoras, campanhas, jogos online, entre outros; e a seção Estudos Trata Brasil, na qual é possível acessar os estudos que o Instituto Trata Brasil publica anualmente, nesta seção é possível ter acesso a todas as publicações, como o Ranking do Saneamento, Estudo sobre Perdas de Água, Benefícios Econômicos e Sociais da Expansão do Saneamento no Brasil, entre outros.

No site o internauta pode encontrar mais informações sobre os embaixadores e associados do Trata Brasil, todos os episódios do podcast “Falando de Saneamento”, informações institucionais e muito mais. Acesse e confira: http://www.tratabrasil.org.br/.

Édison Carlos, presidente-executivo do Instituto Trata Brasil, explica que as informações sobre saneamento básico são o grande motor da instituição para cumprir com o objetivo, que é de conscientizar e mobilizar a sociedade brasileira. “O acesso a informação pode transformar uma sociedade, entendemos que quanto mais se conhece sobre a realidade do saneamento básico no Brasil, mais temos base para cobrar os responsáveis. O esgotômetro, por exemplo, é uma ferramenta que ilustra o tamanho do desafio que temos, quando estamos simplesmente destruindo a natureza com lançamento de esgoto sem tratamento todos os dias”.

Da Assessoria