Gorinchteyn vê como ‘bastante positiva’ antecipação de feriados na capital de SP

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, afirmou na manhã desta segunda-feira, 5, que avalia como “bastante positivo” o impacto da antecipação de feriados municipais na capital paulista no combate à disseminação da covid-19. O secretário, entretanto, não respondeu se o governo estadual pretende adotar medida similar.

Gorinchteyn disse que, “quando falamos da antecipação dos feriados, nós tivemos uma taxa de mobilidade menor”. “Isso reduziu a circulação de pessoas e colaborou também para as estatísticas tanto de número de casos quanto de internações e desacelerou o número de óbitos”, acrescentou o secretário, que participou hoje, no Instituto Butantan, da entrega de 1 milhão de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde.

Nesta segunda-feira, o município de São Paulo encerra um período de dez dias de “feriadão”, incluindo também fins de semana. A medida, anunciada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), chegou a ser criticada pelo governador João Doria (PSDB), que cobrou a discussão prévia do assunto com o governo estadual e “bom senso”.

Segundo dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o Estado passou a apresentar uma desaceleração no avanço da covid-19, com redução semanal de 5,7% em novos casos e de 7,1% em novas internações. Novos óbitos, entretanto, avançam 13,4% no comparativo semanal. Na Grande São Paulo, novas internações recuam 9,3% na semana, enquanto que novos casos avançam 5,4% e novos óbitos, 21,6%.