Inovação e transformação digital no mercado de auditoria

A transformação digital e a inovação estão cada vez mais presentes na realidade das organizações. No mercado de auditoria, há um movimento similar, guiado por objetivos semelhantes, mas com particularidades distintas que merecem atenção.

Para discutir a temática, precisamos refletir sobre as atribuições e responsabilidades do auditor no futuro, qual será o contexto de trabalho com clientes e órgãos reguladores, entender qual é a tecnologia disponível e como será a formação dos profissionais, entre outras vertentes. Por esse motivo, quando a pauta é inovação para auditoria, esta abordagem está conectada com diversas frentes de trabalho.

O fato é o mercado demandará cada vez mais das empresas uma vertente robusta de inovação, com equipes multidisciplinares de auditores e profissionais de tecnologia com visão de negócios. Boa parte dessa evolução não está mais no futuro, mas no presente.

Nas operações, a inovação em auditoria já pode ser encontrada no uso de inteligência artificial e análise de dados na execução dos testes de auditoria e, também, na leitura de documentos em diversos formatos.

Esse movimento já vinha ocorrendo, porém, em um período com tantas incertezas, marcado pela pandemia, processos que estavam em andamento foram acelerados e distintas iniciativas direcionadas para a transformação digital estão sendo implementadas.

Muitas empresas, em função da pandemia, precisaram enfrentar de vez os desafios de inovação. E, assim, reviram protocolos e procedimentos de trabalhos associados com o uso da tecnologia, inclusive aqueles relacionados à prática da auditoria.

Evidente que inovação não é somente tecnologia. Inovação deve estar na maneira como processos e produtos são criados. A tecnologia é uma aliada que faz com que seja possível recriar processos de auditoria. Mas, em se tratando de inovação, o aspecto humano também é relevante para conceber, desenvolver, implementar e executar processos contínuos de melhoria.

Neste cenário, o perfil do auditor está em constante aprimoramento e envolve atualizações constantes sobre benefícios da aplicação de tecnologia em resultados contábeis, financeiros e de negócios.

Operar na auditoria digital é ter soluções inovadoras com o uso de tecnologias digitais, capacitar constantemente os auditores, integrar grupos de inovação em órgãos de classe e fóruns. Ainda há muitas possibilidades e oportunidades para inovar na auditoria e o importante é que esse caminho já foi iniciado.

A chave do futuro da auditoria está em manter essa constante evolução, inovar, apresentar novas ideias e preparar os profissionais para essa jornada, junto com clientes e entidades alinhadas a esse movimento. O futuro está na automação total e em plataformas de entrega com conectividade plena.

*Marcio Santos é sócio-líder de Inovação em Auditoria da KPMG no Brasil.
**Alessandro Sato é sócio-diretor de Inovação em Auditoria da KPMG no Brasil.


Sobre a KPMG

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory. Estamos presentes em 154 países e territórios, com 200.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. No Brasil, são aproximadamente 4.000 profissionais, distribuídos em 22 cidades localizadas em 13 Estados e Distrito Federal.

Orientada pelo seu propósito de empoderar a mudança, a KPMG tornou-se uma empresa referência no segmento em que atua. Compartilhamos valor e inspiramos confiança no mercado de capitais e nas comunidades há mais de 100 anos, transformando pessoas e empresas e gerando impactos positivos que contribuem para a realização de mudanças sustentáveis em nossos clientes, governos e sociedade civil.

Da Assessoria